segunda-feira, 14 de maio de 2018

Os livros de Nei Lopes


Alguns estão esgotados, mas muitos estarão à venda na feira de livros da FLIM 2018, inclusive o romance O preto que falava iídiche, que acaba de ser lançado pela editora Record. Conta a atribulada história de amor do negro Nozinho com a judia Rachel, no Rio de Janeiro do início do século 20. Com o humor e a sensibilidade típicos do autor, nos informa e nos faz refletir sobre arte, religiosidade e costumes. Uma viagem que começa na Praça Onze carioca, passa pela Bahia e vai até Nova Iorque e a Etiópia.


Bibliografia completa 

• O preto que falava íidiche – romance, ed. Record, 2018
Nas águas desta baía, há muito tempo – contos, ed. Record, 2017
Dicionário de História da África: Séculos VII a XVI – com José Rivair Macedo, ed. Autêntica, 2017
Dicionário da História Social do Samba – com Luiz Antonio Simas, ed. Civilização Brasileira, 2015
Rio Negro, 50 – romance, ed. Record, 2015
Contos e Crônicas para Ler na Escola – infantojuvenil, ed. Objetiva, 2014
Poétnicapoemas reunidos, ed. Mórula, 2014
Dicionário da Hinterlândia Carioca – com Luiz Antonio Simas – ed. Pallas, 2012
Contos da Colina – com Luiz Maffei e Maurício Murad – contos, ed. Oficina Raquel, 2012
A Lua Triste Descamba – romance, ed. Pallas, 2012
Esta Árvore Dourada que Supomos – romance, ed. Babel, 2011
Dicionário da Antiguidade Africana – ed. Civilização Brasileira, 2011
Nação Quilombo – com Haroldo Costa e Joel Rufino dos Santos, ensaios, ed; ND Comunicação, 2010
Oiobomé, a epopéia de uma nação romance, ed. Agir, 2010
Mandingas da ‘Mulata Velha’ na Cidade Nova – romance, ed. Língua Geral,  2009
História e Cultura Africana e Afro-brasileira – didático, Prêmio Jabuti 2009, ed. Barsa Planeta, 2009
Kofi e o Menino de Fogo – infantil, ed. Pallas, 2008
Dicionário Literário Afro-Brasileiro – ed. Pallas, 2007
• O racismo explicado aos meus filhos – infantojuvenil, ed. Agir,  2007
Bantos, malês e identidade negra – ensaio, ed. Autêntica, 2006-2008
Vinte Contos e uns Trocados – contos, ed. Record, 2006
Dicionário Escolar Afro-Brasileiro – didático, ed. Selo Negro, 2006
Partido-alto, samba de bamba – ensaio, ed. Pallas, 2005
Kitábu: O livro do saber e do espírito negro-africanos – ensaio, ed. Senac RJ,, 2004
Enciclopédia Brasileira da Diáspora Africanaed. Selo Negro,  2004 – ed. aumentada 2011. 
Sambeabá: O samba que não se aprende na escola - ensaio, ed. Casa da Palavra/Folha Seca, 2003
Novo dicionário Banto do Brasil – ed. Pallas, 2003 – ed. aumentada 2012
Guimbaustrilho e outros mistérios suburbanos – contos e crônicas, ed. Dantes, 2001
Zé Keti, o samba sem senhorbiografia, ed. Agir, 2000
Logunedé – Santo menino que velho respeita – ensaio, ed. Pallas, 2000
171 – Lapa-Irajá: Casos e enredos do samba – contos e crônicas, ed. Folha Seca, 2000
Incursões sobre a pele – poemas, ed. Artium, 1996
Dicionário Banto do Brasil – ed. Secretaria Municipal de Cultura RJ, 1996
O negro no Rio de Janeiro e sua tradição musicalensaio, ed. Pallas, 1992
Casos Crioulos – contos, ed. CCL, 1987
O samba na realidade: A utopia da ascensão social do sambista –  ed. Codecri, 1981. Reedição: ed. Malungo, 2017

Livros sobre Nei Lopes

O espírito afro-latino na poesia de Nei Lopes – Mirian de Carvalho, ensaio, ed. Scortecci, 2017 - A autora analisa os poemas reunidos no volume "Poétnica" (ed. Mórula, 2014), à luz de outro livro de Nei, "Kitábu: O livro do saber e do espírito negro-africanos". Ao compreendermos a religiosidade, a visão de mundo e a filosofia dos negros africanos, aguçamos nossa sensibilidade para captar melhor a riqueza e a força da poesia de Nei Lopes.



Nei Lopes – Oswaldo Faustino, perfil, ed. Selo Negro, 2009 - O autor traça o perfil e mostra a importância de Nei Lopes para a cultura brasileira, neste volume da coleção Retratos do Brasil Negro. O texto está sendo atualizado para ser reeditado, mas esta edição de 2009 ainda pode ser encontrada em livrarias de livros usados. 

Um comentário: