quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Samba de breque e outras delícias sonoras

Pecê, Tania e Osmar: o Trio Samba, Bossa e Breque
Os shows que vão animar a noite de sexta-feira, 25, e sábado, 26, nesta edição da FLIM, prometem muita diversão, cultura e... aconchego. O tradicional palco a céu aberto será trocado por duas grandes tendas, com mesas e cadeiras, onde até o pessoal que não dança vai poder curtir a noite deste fim de inverno madalenense juntinho dos artistas e sem sentir frio.

Na sexta, às 22h, a banda Pratas da Casa, formada por músicos e cantores de Santa Maria Madalena, vai mostrar seu talento em diferentes estilos musicais. No sábado, às 22h30, o Trio Samba, Bossa e Breque vai trazer para a serra o melhor da música carioca. Formado pela cantora Tania Malheiros, musa das noites cariocas já conhecida dos madalenenses, e os cantores Pecê Ribeiro e Osmar do Breque, o novo trio faz o que seu nome promete: mistura sambas e clássicos da bossa nova com uma versão modernizada dos sambas de breque que fizeram a glória de Moreira da Silva, o inesquecível "Kid  Morengueira".

O time do Pratas da Casa vem com Anderson Zorrinho, André da Sanfona, Fernando Ferreira, Rogério Júnior, Diego Sá. Samir Mansur, Germana e Elaine. Já o Trio Samba, Bossa e Breque vem acompanhado de Kiko Chavez, no violão sete cordas, e Gabriel Buzunga, na percussão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário